Segunda, Out 23rd

Last updateQui, 19 Out 2017 4pm

Centrais convocam junho de lutas para construir a Greve Geral

As centrais sindicais, (CUT, UGT, Força Sindical, CTB, Nova Central, CGTB, CSP-Conlutas, Intersindical, CSB e A Pública), convocam todas as suas bases para o calendário de luta e indicam uma nova GREVE GERAL dia 30 de junho.

JunhodeLutas 

O chamado das centrais sindicais é de ALERTA TOTAL entre os dias 20 a 30 de junho em torno da votação no Senado da Reforma Trabalhista.

Agenda

06 a 23 de junho: Convocação de plenárias, assembleias e reuniões, em todo o Brasil, para a construção da GREVE GERAL.

20 de junho – Grande ato nacional, o Esquenta Greve Geral

21 de junho - reunião do Dieese para organização da luta.

30 de junho – Data indicativa para nova Greve Geral contra as reformas da Previdência e trabalhista e a terceirização irrestrita.

As centrais sindicais irão colocar força total na mobilização da greve em defesa dos direitos sociais e trabalhistas, contra as reformas trabalhista e previdenciária, contra a terceirização indiscriminada e pelo #ForaTemer.

Dentro do calendário de luta, as centrais também convocam para o dia 20 de junho – O Esquenta Greve Geral, um dia de mobilização nacional pela convocação da greve geral.

Avançar na luta!

A avaliação das lideranças sindicais é que a resistência deve seguir firme contra as reformas, com foco em ampliar a mobilização em todos os Sindicatos, cidades e estados para a agenda de junho.

Na reunião realizada no dia 14 de abril, em que foi definido o calendário do Junho de Lutas, foi reafirmado o caráter unitário da luta das centrais no grande ato próximo dia 20 junho, o esquenta da Greve Geral, e o reforço da ação no Senado, com corpo a corpo com os senadores e senadoras nos próximos dias.

JUNHO DE LUTAS -1

 JUNHO DE LUTAS -2

DECRETO Nº 6 523

Código de ética

Criança e adolescente