Benefícios

 

LogoCampanha-1

No dia 08 de dezembro realizou-se a primeira reunião de negociações entre os sindicatos Laboral e Patronal dos trabalhadores em Telemarketing de São Paulo.

 

Dos diversos pontos de discussão, o ponto central, que marcou as conversas do dia, se pautou na situação econômica do país e do setor.

 

Os patrões alegam que atravessam dificuldades, e que as incertezas no cenário econômico, intensificadas pela atual situação política, acarretam em incertezas, onde o desemprego é uma ameaça e exigem muita cautela neste momento.

 

Primeiramente, o Sintratel, garantiu nossa data-base, que foi reafirmada pelo patronal, mantendo 1º de janeiro. Assim, tudo que for acertado, como o reajuste nos salários e benefícios, terão validade a partir da data-base, logo, terão pagamento retroativo garantido caso as negociações da Convenção Coletiva se arrastem para além desta data.

 

Em seguida, reafirmamos nossas convicções e que o setor por anos vem lucrando e crescendo, e que a valorização dos trabalhadores é uma das formas de avançar nessa crise, auxiliando, inclusive, no combate a enorme rotatividade, que assombra nossa categoria, fruto do desgaste mental e psicológico no ambiente de trabalho e das más condições que observamos e muitas empresas do setor.

 

Além disso, na reunião reafirmamos as reivindicações da categoria, apresentadas ao patronal em nossa pauta de reivindicações, em 10 novembro. Ressaltamos a importância da manutenção dos empregos, mas que a reposição salarial dos trabalhadores e trabalhadoras é fundamental, pois os itens de necessidades básicas vão sofrendo impacto direto da inflação, que já ultrapassou 10% no período, e vem corroendo o poder de compra dos trabalhadores. Transporte, moradia, alimentação, educação e demais itens, que fazem parte de nossas vidas, sofreram impacto inflacionário, sendo assim, nossos salários também devem acompanhar esse ritmo e sem esquecermos das perdas históricas da categoria.

 

Aguardemos mais informações, dos desdobramentos das reuniões, mobilizados e atentos, pois está mais do que provado, as conquistas são fruto da luta e disposição do coletivo, vide a vitoria dos alunos das escolas publicas frente ao Governo do Estado de São Paulo.

 

Veja as principais reivindicações apresentadas pelo Sintratel aos patrões:

 

-Reposição integral da inflação e das perdas salariais dos últimos anos

 

-Piso salarial de R$ 1.300,00

 

-Pagamento da comissão desde a 1º venda sem atrelamento a critérios subjetivos alheios à venda

 

-Regulamentação das premiações

 

-Melhoria da PLR – Participação nos Lucros e Resultados

 

-Valorização do Vale refeição / alimentação

 

-Ampliação do Auxílio Creche

 

-Fim do assédio moral e cumprimento integral do Anexo II da NR 17

 

-Fornecimento do Vale Cultura

 

Salários justos e condições dignas de trabalho, esta é a luta!!!

 

Participação: fundamental!!!

 

Campanha Salarial 2016: Pela Valorização dos trabalhadores, salários dignos e contra qualquer forma de precarização nas relações de trabalho!!!

 

Juntos, a gente fala mais alto!!!

 

Clique AQUI para ver o vídeo da Campanha Salarial

  

Veja abaixo fotos da forte mobilização que já começou nas empresas da categoria.

Clique AQUI para ver a galeria completa com as fotos da mobilização nas empresas.

Petrus-1-Galeria 

Petrus-2-Galeria

Assembleia-8-11-15-Site-1

Assembleia-8-11-15-Site-2

CampanhaSalarial-2015-Site-1

Assembleia-30-10-15-Site-1

CampanhaSalarial-2015-Site-2

Assembleia-30-10-15-Site-2

CampanhaSalarial-2015-Site-3

 

Campanha Salarial 2016: UNIÃO E LUTA POR MELHORES SALÁRIOS E DIREITOS!!!

O que dá força nessa disputa é uma categoria mobilizada e coesa na luta pelos seus direitos e salários dignos!

A data-base dos trabalhadores e trabalhadoras em telemarketing é 1º de janeiro. Assim, já foi a largada da Campanha Salarial 2016.

E com ela a possibilidade concreta pela garantia de direitos e suas ampliações para os trabalhadores e trabalhadoras em telemarketing, através das clausulas contidas em nossa Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Mas para uma Campanha exitosa a união, a mobilização e a luta são ingredientes fundamentais no embate pela garantia das conquistas e pela recomposição salarial, através da reposição da inflação, que tem corroído nosso poder de compra, além da recuperação das perdas de períodos anteriores.

Afinal, como tudo sofre aumento (transporte, educação, moradia, alimentação etc.), nossos salários devem acompanhar este mesmo ritmo, já que trabalhamos e cumprimos arduamente nossas metas e pontuações,  esomos cobrados constantemente para alcançar números.

Mas não podemos cair na velha armadilha de achar que somente a entidade sindical resolva todos nossos problemas.

Participação é fundamental!

Pois muitos acreditam que o Sindicato resolva tudo sozinho. Triste ilusão. O Sindicato é o instrumento de luta dos trabalhadores. Ele precisa da participação e mobilização da categoria para ter força argumentativa nas negociações com os patrões, que já estão colocando a crise na mesa de negociações. Porém não é justo que os trabalhadores paguem mais esta conta.

 Sindicaliza-se-Site

 

 

 

 

0
0
0
s2smodern