Notícias

No Dia Internacional dos Direitos Humanos, organizações da sociedade civil denunciaram em um documento as violações à democracia que vêm ocorrendo no Brasil

Na última terça-feira (10/12), durante a COP25 – Conferência da ONU sobre o Clima –, organizações da sociedade civil brasileira divulgaram um documento em que denunciam as violações à democracia e aos direitos humanos que vêm ocorrendo no Brasil.

A assinatura e a entrega do documento à comunidade internacional ocorreu no Dia Internacional dos Direitos Humanos, data estipulada pela UNESCO em 1968.

A carta foi nomeada como ‘Em defesa da Democracia’, e recebeu assinaturas de entidades como o Instituto Ethos, Instituto Vladimir Herzog, Abraji, a WWF-Brasil e a OXFAM Brasil, além de 7 ex-ministros, artistas, cineastas, cientistas, procuradores da República e 124 representantes de diversos segmentos da sociedade brasileira.

A carta aborda as lutas necessárias para o estabelecimento da sociedade democrática que o Brasil vivencia hoje, e os crescentes ataques que o sistema vem sofrendo ao longo do ano de 2019.

“Nossa democracia foi duramente reconquistada há apenas 35 anos. Não permitiremos que ela seja destruída mais uma vez”, diz trecho da carta.

Para ler a carta, clique aqui.

Fonte: Observatório do Terceiro Setor

0
0
0
s2smodern

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar