Notícias

O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Telemarketing (Sintratel), representado pela sua diretoria, compareceu, na manhã desta segunda-feira (28), de um grande ato em defesa da derrubada do veto do presidente Jair Bolsonaro referente à prorrogação da desoneração da folha de pagamentos.

“Para o nosso setor de Telemarketing/Call Center a desoneração é extremamente importante, pois foi incluída no período de discussão das ações para o enfrentamento da pandemia do Covid-19 gerando e mantendo empregos”, explicou Marco Aurélio, presidente do Sintratel.

O ato organizado pelas centrais sindicais teve a participação do deputado federal Orlando Silva (PCdoB), relator na Câmara dos Deputados da medida provisória que permite a redução da jornada de trabalho e do salário durante a pandemia do novo coronavírus e do senador Major Olímpio (PSL), que estão em lados ideologicamente opostos da política, mas que se uniram contra a maldade do governo federal que pode gerar cerca de milhões de desempregados.

“É uma oportunidade que não podemos perder, pois tanto o setor patronal quanto os trabalhadores estão de mãos dadas, pois cerca de 26 milhões de pessoas se alimentam por meio dos 17 setores de trabalho que são impactados diretamente com a desoneração da folha de pagamento”, disse o senador, que completou: “Se não fizermos essa desoneração na quarta-feira, poderemos ter o primeiro semestre de 2021 com 500 mil ou 1,2 milhões de novos desempregados”.

O deputado Orlando Silva explicou que a desoneração tem como foco desafogar a carga tributária para o empregador, estimulando a contratação e sem impactar nos repasses da previdência. “Quando uma empresa contrata, 20% sobre o salário do empregado vai para a cota patronal da previdência. Esse valor é fixo, mas com essa medida que estamos propondo a empresa vai pagar como cota um percentual do valor que ela fatura, que dependendo do setor, varia de 1% a 4%, pois tem setor que fatura muito, assim você garante o financiamento da previdência e estimula manter o emprego, porque o peso da folha de pagamento será nenhum para essas empresas”.

Neste dia 28/09, diversas entidades da sociedade civil subiram no Twitter as Hastags #PautaDavi e #DesoneraBrasil para pressionar os parlamentares a votarem a derrubada do veto presidencial.

 

 

0
0
0
s2smodern

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar