Categorias

Na última terça-feira (18/12) foi realizada a segunda rodada de negociações da Campanha Salarial – 2019 dos Trabalhadores em Telemarketing. 

Anteriormente, o Sintelmark (sindicato patronal) fez a devolutiva da pauta de reivindicações do Sintratel (Sindicato dos Trabalhadores em Telemarketing) entregue no final de novembro. Apontando seu entendimento e  centrando o debate no cenário econômico desfavorável que o país, como um todo, atravessa. Ressaltando a necessidade da manutenção dos empregos e a dificuldade em absorver os números de reajuste inflacionário em todos os pontos econômicos, "uma vez que a maioria das empresas são terceiras e não conseguem repassar os  mesmos números aos tomadores", justificou Alexandre Martins, diretor da entidade patronal.

O Sintratel, por sua vez, mostrou-se sensível a realidade colocada, mas lembrou que a inflação corroeu os salários e benefícios dos que laboram, que tiveram seu poder de compra corroído no decorrer do período. "Precisamos pensar na manutenção dos empregos realmente, mas repôr o que a inflação levou também é fundamental para a qualidade destes postos de trabalho, justificou Marco Aurélio C. de Oliveira, presidente do Sintratel.

Na reunião desta terça o patronal voltou a despertar a questão da dificuldade econômica, mas já absorvendo em seu discurso a reposição da inflação, que ao que tudo indica chegará aos 4% em janeiro, uma vez que vem tendo retração.

Com isso, o piso salarial da categoria iria para R$1016,08  (operadores e operadoras em telemarketing). 

O problema agora se encontra no repasse do indice para todos os pontos (PLR, VR, dentre outros beneficios). 

"A reposição da inflação é o mínimo que podemos discutir. Se o indice for menor em algum ponto, em outro deve ter que compensar, para que não hajam perdas", finalizou o presidente do Sintratel.

Enquanto isso nossa Campanha deve tomar força para que possamos ter força rumo às conquistas da nossa pauta:

Reajuste Salarial

Sabemos que a realidade econômica do país não é das melhores, vivemos um período extenso de recessão, uma grande taxa de desemprego e até o momento não há projeções de melhoras. Assim, entendemos que a manutenção dos postos de trabalho deve ser nossa principal meta. Mas sem perder de vista a valorização dos salários destes que cumprem sua tarefa cotidianamente.

Apesar das dificuldades, temos que recompor o desgaste que a inflação proporcionou aos nossos salários. Trabalhamos com a projeção da inflação para o período que, segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) é de 4,56%. Além disso, trazer nos benefícios uma forma de repor as perdas que ao longo do tempo desgastaram nosso poder de compra.

Cláusulas Econômicas

Piso salarial: R$977,00 – R$1.021,55

Piso para supervisores: R$1584,91

Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) de R$232,20 

Auxílio creche: R$ 171,42 (filhos até 36 meses)

Vale Alimentação: 

R$7,83 - R$ 10,00 (jornada de 6h/dia) 

R$ 10,80 - R$ 15,00 (para jornadas acima de 6h/dia)

Cláusulas Sociais

Em relação as cláusulas sociais, o Sintratel visa dar amplitude à sua campanha de resgate da qualidade de vida nos ambientes de trabalho, através de  cláusulas que  sejam benéficas a categoria, visando a saúde e o bem estar, tais como: 

  • Garantia à gestante;
  • Aviso prévio com a quitação da projeção conforme lei 12.506;
  • Quitação das RVs (Remunerações variáveis), Comissões: obrigatoriedade das quitações das somas das transações comerciais bem sucedidas (upgrade/cobrança/resgate/vendas dentre outras), premiações: pagamento das premiações considerando a mesma para acelerar o pagamento das comissões;
  • Garantia de renda aos afastados por adoecimento ou internação, em que os empregados poderão contar com seguro durante o período de tratamento, assim como em caso de fatalidades;

Devemos ressaltar, além desses itens, a garantia de Saúde e Seguridade no trabalho, em que seguimos o anexo II da NR 17, que estabelece regras especificas para as empresas de Call Center e extingue normas absurdas, que antes eram impostas ao trabalhador(a) em telemarketing, como a imposição de limites e acompanhamento nas idas ao banheiro, dentre outras.

Venha somar nessa luta, que também é sua. 

 

Seja na P.A., no refeitório, na sala de descompressão, ou em qualquer lugar... 
...converse com os amigos e amigas, curta e compartilhe essa ideia. 

Pois é um direito que temos, e se participamos a conquista é ainda maior!!!

0
0
0
s2smodern