Movimentos

A União Geral dos Trabalhadores (UGT) recebeu o grupo que está organizando a primeira grande marcha das mulheres negras no Brasil. O encontro aconteceu na tarde desta terça-feira (15), na sede da UGT Nacional, no centro de São Paulo.

 

As anfitriãs da UGT, Ana Cristina dos Santos Duarte e Cleonice Caetano de Souza, secretária para assuntos da diversidade humana e secretária da saúde e segurança do trabalho, respectivamente, apresentaram um esboço da plataforma que organiza a primeira Marcha das Mulheres Negras 2015 contra o Racismo e a Violência e pelo Bem Viver.

Canindé Pegado, secretário-geral da UGT, reforçou o apoio que a Central têm dado às políticas voltada às mulheres e disse que é preciso somar esforços para que a marcha tenha visibilidade e tome desdobramentos positivos para as mulheres.

 

Organizada pela UGT, o INSPIR (Instituto Sindical Interamericano pela Igualdade Racial), a CUT (Central Única dos Trabalhadores), a FS (Força Sindical), a CTB (Central dos Trabalhadores/as do Brasil), a NCST (Nova Central Sindical de Trabalhadores) e a CGTB (Central Geral dos Trabalhadores do Brasil), a marcha deve acontecer em Brasilia/DF, no dia 13 de maio de 2015, Dia Nacional de Denúncia contra o Racismo.

 

Para mais informações, acesse a rede social (www.facebook.com/marchamnegra) ou entre em contato por email (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.).

 

Giselle Correa, Imprensa UGT

 

MarchaMulheresNegras-2014

0
0
0
s2smodern

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar